Marcos Aurelio - Hipermídia

A Origem da Hipermídia

Apesar da hipermídia ser uma tecnologia recente, as primeiras idéias hipertextuais datam do século XVI e XVII. No momento da transcrição dos textos os copistas faziam alterações, caracterizando assim uma escrita coletiva. Também os leitores costumavam fazer anotações nas margens dos livros, e que posteriormente eram lidas por outras pessoas de uma forma não-linear. Surgia assim, de forma espontânea, as “hiperligações”.

A partir de 1938, Vannevar Bush, passou a preocupar-se com a forma como as pessoas poderiam acessar as informações de maneira rápida e eficiente. Na época ele coordenava seis mil cientistas na agência de Desenvolvimento e Pesquisa do Governo Norte Americano e enfrentava o problema da recuperação de informações entre seus coordenados. Em 1945, no ensaio “As We May Think”, ele esboçou o projeto de uma máquina a qual chamou de Memex. Essa máquina daria acesso as informações de forma rápida e não-linear. Porém, esse dispositivo não foi construído. Bush defendia a idéia de que o ser humano não raciocina de forma linear e sim por associação, sendo assim o seu dispositivo traria muitos beneficios ao aprendizado das pessoas.

Em 1960, Theodor Nelson fundou o Projeto Xanadu que tinha o objetivo de criar uma rede simples de computadores. Nesta rede as pessoas poderiam escrever, interagir, comentar sobre livros, filmes, música, etc… Apesar de Ted Nelson não aprovar a World Wide Web, muito do que temos hoje se deve as idéias do Xanadu.

Douglas Engelbart, publicou em 1963 "A Conceptual Framework for the Augmentation of Man´s Intellect ", onde defendia que o computador poderia aumentar o pensamento humano. O seu objetivo era criar entre o usuário e o computador um ambiente mais intuitivo e uma interface mais amigável. Douglas Engelbart foi co-inventor do mouse, participou da equipe que desenvolveu o hipertexto e foi um dos precursores das interfaces gráficas.

Em 1965, Ted Nelson criou o termo hipertexto. Neste mesmo ano Douglas Engelbart apresentou o seu sistema NLS (oN Line System). Este foi o primeiro sistema hipertextual realmente operacional. A partir dessa demonstração várias pesquisas foram iniciadas dando origem a vários sistemas, os mais conhecidos foram: o KMS, o HyperCard, o NoteCards e a própria Internet que ganhou uma atenção maior após a World Wide Web proposta por Tim Berners-Lee.

Em 1989, Tim Berners-Lee criou um programa que integrou todos os sistemas, e permitiu o uso da multimídia e hipermídia. Em 1991 a WWW foi apresentada a internet. A partir dai a história da hipermídia se confunde com a da internet. O desenvolvimento de novas aplicações e a evolução da eletrônica possibilitam cada dia mais a interação das diversas mídias entre si. Não somente quando o usuário está sentado em frente a um computador, a hipermídia está presente em dispositivos portáteis como celular, notebook, ipod, dentre outros.


Web 2.0 - A Máquina somos nós

Página Inicial

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License